Relógio carbônico

Blog monitorado

Monitoramento de terremotos

Image and video hosting by TinyPic

O sol hoje! clique aqui.

sun

Clique e veja a lua

moon

Clique e veja nosso planeta.

eart

Tempo

OBA

TRADUTOR

Arquivo do Blog

Parceria

QUÍMICA PERIÓDICA

EDUCADORES MULTIPLICADORES

Tremor de terra no RN

T
O abalo sísmico que atingiu três cidades do Rio Grande do Norte no início da tarde desta segunda-feira (11) refletiu em Pernambuco e Paraíba, informou o Observatório Sismológico da UnB (Universidade de Brasília). De acordo com o centro, apenas as pessoas que estavam em prédios e pontos altos das cidades sentiram o tremor. Em Taipu, João Câmara e Natal, no Rio Grande do Norte, o abalo foi de 4,3 graus na escala Richter e não compromoteu as estruturas das construções das cidades.

Os moradores do Rio Grande do Norte, sentiram o tremor de terra por volta das 13h54. De acordo com relatos de moradores da capital potiguar, as pessoas ficaram assustadas com o tremor de terra. Momentos depois, segundo o observatório da UnB, foi a vez de quem estava em prédios em Recife e na Paraíba sentir o abalo.
Segundo Diogo Farrapo Albuquerque, analista de sinal sísmico da UnB, apesar de o tremor ter sido forte, não houve abalo nas estruturas das construções das cidades atingidas. Nos três estados, o tremor de terra fez com que objetos vibrassem ou caíssem no chão. Como explica Albuquerque, o tremor de terra foi causado pela reativação de uma falha geológica no Taipu.

- É como uma rachadura no solo, onde as partes se atritam. Quando chegam ao seu limite, acontece o abalo sísmico.

Esta é a segunda vez em três dias que acontece um abalo sísmico no RN. No último sábado (9), um tremor de 2,7 graus na escala Richter atingiu João Câmara. Moradores relataram que as telhas das casas chegaram a se mexer. ( Veja mapa acima)
Entenda o que é e para que serve a escala Richter

A escala Richter foi criada em 1935 pelo americano Charles Richter e mede a magnitude dos terremotos, ou seja, calcula a energia liberada pelas movimentações da terra. Os aparelhos chamados sismógrafos captam as movimentações da terra com seus pequenos pêndulos fixos em uma base de concreto e “desenham” linhas que representam a oscilação terrestre.

O total registrado é transformado em números e frações decimais. A escala Richter não tem valor máximo e cada número inteiro a mais significa que a energia liberada pelos movimentos da terra foi 31 vezes maior que o índice anterior – de dois para três, por exemplo, há 31 vezes mais energia liberada.
Fonte: http://noticias.r7.com/noticias.html

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto

Sou professor da rede privada de ensino lecionando as disciplinas Física, Química, Matemática e Ciências no COLÉGIO EFETIVO/MARTINS - RN. Graduado em Ciências com habilitação em Matemática - Licenciatura Plena - pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN -, graduado em Física - Licenciatura Plena - pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Professor de Física aplicada a radiologia, física aplicada ao petróleo e gás e Desenho técnico de cursos técnicos ministrados pela CENPE cursos, unidade Patu RN

Postagens populares

Seguidores