Relógio carbônico

Blog monitorado

Monitoramento de terremotos

Image and video hosting by TinyPic

O sol hoje! clique aqui.

sun

Clique e veja a lua

moon

Clique e veja nosso planeta.

eart

Tempo

OBA

TRADUTOR

Arquivo do Blog

Parceria

QUÍMICA PERIÓDICA

EDUCADORES MULTIPLICADORES

Consequências do Megaterremoto no Japão.




A movimentação de placas tectônicas onde está assentado o Japão fez com que ondas gigantes de cerca de 10m se espalhassem pelo oceano pacífico atingindo até a américa do sul, tal propagação de ondas gigantes se deve pelo deslizamento destas placas fazendo com que a água da costa possa recuar e voltar com toda a força devastadora que o leitor deve ter percebido no noticiário da tv. O Japão ainda sofre com as consequências do megaterremoto de 8,9 graus de intensidade causando, até o momento deste artigo, quase 1000 mortes e mais de 700 pessoas desaparecidas.
Tsunami, denominação derivada do japonês que significa onda de porto, corresponde às ondas provocadas por deslocamento da crosta oceânica que empurra a massa de água para cima, além do deslocamento de terras e gelo ou impacto de um meteorito no mar.

Em geral, um Tsunami é formado a partir de anomalias que provocam deslocamentos de uma enorme massa de água como terremotos, deslocamentos de massa continental, erupções vulcânicas ou meteorito, esse fenômeno pode surgir sempre que ocorrer acidentes geológicos de forma repentina na superfície marinha, que faz deslizar de forma vertical a massa de água.

Grande parte dos Tsunamis ocorre no Oceano Pacífico, no entanto, nada impede que aconteça em qualquer lugar e hora. Veja vídeo mostrando como se formam os Tsunamis.



Os Tsunamis são ondas gigantescas, existem estimativas de ondas com mais de 30 metros de altura e velocidade incrível de mil quilômetros por hora, a formação de grandes ondas ocorrem também a partir de terremotos continentais, um exemplo disso foi o Grande abalo sísmico do Chile, que resultou em mortes no Havaí, que, apesar da distância, foi atingido por ondas que migraram pelo Pacífico, assim como ocorreu na última sexta feira quando o Japão foi literalmente balançado.

A NOAA - National Oceanic & Atmospheric Administration (Administração Oceânica e Atmosférica Nacional). É uma organização que faz parte do Departamento de Comércio dos Estados Unidos da América.Um órgão para assuntos sobre meteorologia, oceanos, atmosfera e clima, advertindo sobre perigos no tempo e mares, guia o uso e a proteção do oceano e de recursos litorâneos, e conduzem pesquisas para melhorar a compreensão do meio-ambiente simulou a propagação do vasto Tsunami que foi originado no Japão. Veja o vídeo abaixo:


Esse fenômeno natural é um perigo real e em muitos casos é difícil de prever, quando acontece certamente produz uma grande destruição, além de inúmeras mortes, diante disso é de fundamental importância a dispersão em todos os oceanos de equipamentos e sondas para identificar possíveis abalos e assim evacuar áreas para que pelo menos vidas humanas sejam poupadas, uma vez que prejuízos financeiros são inevitáveis nesse caso.

Créditos: NOAA, Apollo11, Brasil escola.

2 comentários:

Andressa Lima disse...

Bom dia Renan,acompanho muito seu trabalho ja faz um tempo.Estou concluindo o tecnico em geologia no IFRN(Natal) e comecei recentemente a cursar Geofisica na UFRN.Tenho 18 anos,faço parte do grupo de pesquisa mineral no Instituto Federal e por valorizar seu trabalho,que tem me ajudado muito e saciado minha curiosidade,resolvi sugerir humildmente que você assista a série da History chamada "Isso é impossível",mas principalmente assista o episódio que fala sobre a guerra climática.Se precisar da minha ajuda em relação a documentarios pode falar comigo,que te ajudarei.

Obrigado por nos fornecer tanta informação bacana.

Rennan Lopes disse...

Olá Andressa!
Fiquei muito feliz em saber que você é uma acompanhante do blog Ciências aqui!!! Estarei dando uma olhada na sua sugestão e espero contar com a sua ajuda.Seja bem vinda...

ENVIE UM EMAIL PARA O BLOG CIÊNCIAS AQUI!!!

Quem sou eu

Minha foto

Sou professor da rede privada de ensino lecionando as disciplinas Física, Química, Matemática e Ciências no COLÉGIO EFETIVO/MARTINS - RN. Graduado em Ciências com habilitação em Matemática - Licenciatura Plena - pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN -, graduado em Física - Licenciatura Plena - pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Professor de Física aplicada a radiologia, física aplicada ao petróleo e gás e Desenho técnico de cursos técnicos ministrados pela CENPE cursos, unidade Patu RN

Postagens populares

Seguidores