Relógio carbônico

Blog monitorado

Monitoramento de terremotos

Image and video hosting by TinyPic

O sol hoje! clique aqui.

Clique e veja a lua

Clique e veja nosso planeta.

Tempo

OBA

TRADUTOR

Arquivo do Blog

Parceria







AGORA É QUE É DIVISÍVEL! - ORIGEM DOS NEUTRINOS....








Até 1932, os físicos haviam identificado cinco partículas elementares, o Fóton, o Elétron, o Pósitron, o Próton, e o Nêutron, eram chamadas de elementares porque não teriam estrutura interna, seriam indivisíveis de acordo com a antiga idéia de átomo. Dentre estas quatro delas o elétron, o próton, o fóton e o nêutron originavam toda a matéria existente na natureza, enquanto a quinta o pósitron, trazia a possibilidade da existência da antimatéria.

Mas havia muitas outras perguntas sem respostas. Uma delas era a emissão de uns elétrons do núcleo de alguns átomos denominada como decaimento beta. Para explica melhor esse decaimento vamos mostrar o que ocorre com a transmutação do bismuto-210 em polônio-210 que é descrita pela equação :

²¹ºBi à ²¹ºPo + ℮ˉ ( 83 e 84 números atômicos respectivamente )

Mas, estava faltando algo, pois a energia final gerada no processo era muito menor que a inicial contida no núcleo do bismuto. Parte da energia desaparecia completamente sem deixar nenhuma justificativa plausível, desafiando as leis fundamentais da física – O principio da conservação da energia.

Wolfgang Pauli em 1930 propõe uma solução para este problema,que já se tornava uma medida desesperada para salvar as leis da conservação da energia. Pauli sugeriu que nesse decaimento deveriam aparecer partículas cuja energia equilibraria as equações, partículas essas ainda não detectadas por serem eletricamente neutras. Em 1933 à existência teórica dessa partícula passou a ser aceita com a publicação de um convincente trabalho do físico italiano Enrico Fermi ( 1901-1954) – foi o maior físico italiano dos tempos modernos – dizia que tal partícula deveria ser neutra e muito menor que o nêutron. Que a denominou de neutrino, que em italiano significa “ neutrozinho ” , cujo o símbolo é. Dessa forma o decaimento na transmutação do bismuto-210 em polônio-210, passou a ser descrita pela equação:

²¹ºBi à ²¹ºPo + ℮ˉ + υ ( 83 e 84 números atômicos do bismuto e do polônio respectivamente )

Daí em diante começa uma enorme jornada em busca de mais explicações e fontes de emissão dessa partícula, mas tal emissão deveria ser em proporções enormes uma vez que essa partícula é muito pequena, de maneira tal que, para que haja a possibilidade dessa partícula se chocar com outra é preciso que ela atravesse uma parede de chumbo da espessura de 50 anos-luz, algo quase impossível de se imaginar. Hoje são conhecidos seis tipos de neutrinos: o neutrino do elétron, o neutrino do múon, o neutrino do tau, e os correspondentes antineutrinos, esses antineutrinos são partículas com algumas características opostas as dos neutrinos, então, conclui-se que neutrinos são a matéria e antineutrinos a antimatéria.

Artigo enviado por: Sérgio Natan Silva

0 comentários:

ENVIE UM EMAIL PARA O BLOG CIÊNCIAS AQUI!!!

Quem sou eu

Minha foto

Sou professor da rede privada de ensino lecionando as disciplinas Física, Química, Matemática e Ciências no COLÉGIO EFETIVO/MARTINS - RN. Graduado em Ciências com habilitação em Matemática - Licenciatura Plena - pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN -, graduado em Física - Licenciatura Plena - pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Professor de Física aplicada a radiologia, física aplicada ao petróleo e gás e Desenho técnico de cursos técnicos ministrados pela CENPE cursos, unidade Patu RN

Postagens populares

Seguidores