Relógio carbônico

Blog monitorado

Monitoramento de terremotos

Image and video hosting by TinyPic

O sol hoje! clique aqui.

sun

Clique e veja a lua

moon

Clique e veja nosso planeta.

eart

Tempo

OBA

TRADUTOR

Arquivo do Blog

Parceria

QUÍMICA PERIÓDICA

EDUCADORES MULTIPLICADORES

Robô Philae realiza pouso histórico em cometa

Cerca de sete horas depois de se separar da sonda espacial Rosetta, o módulo de exploração Philae realizou, pela primeira vez na história, um pouso bem-sucedido em um cometa. Autoridades comemoraram a aterrissagem, que ocorreu nesta quinta-feira pouco depois das 14h, dizendo que foi um grande passo para a civilização humana e para o conhecimento científico.
O robô científico de observação desacoplou da base, como estava previsto, às 8h35 GMT (6h35 de Brasília) e iniciou sua viagem para pousar sobre o cometa 67P/Churyumov-Geramisenko. 

Depois da liberação da sonda, outras etapas importantes foram concluídas com sucesso. Entre elas, o reestabelecimento da comunicação entre a Terra e o robô, e o acionamento do trem de pouso do módulo.
— Funcionou bem, estamos muito contentes, não aconteceram problemas — declarou Andrea Accomazzo, diretor de voo do centro de operações da ESA em Darmstadt (Alemanha).
Desde 6 de agosto, a sonda não tripulada Rosetta se desloca a poucos quilômetros do corpo celeste a mais de 450 milhões de quilômetros da Terra, acompanhando o cometa em sua viagem à medida que se aproxima do Sol.
O módulo Philae permitirá explorar diretamente o núcleo do cometa, ou seja, a parte sólida que, com o efeito da radiação solar, gera a "coma" ou cabeleira e deixa uma cauda visível de gases e poeira. O cometa está atualmente viajando entre as órbitas de Júpiter de Marte. Tem quatro quilômetros de diâmetro e formato irregular, que lembra a silhueta de um pato.
Se tudo correr bem, depois de acompanhar a aproximação do cometa com o Sol, Rosetta vai voltar para a Terra — a previsão é dezembro de 2015 — com um vasto material que servirá de base para inúmeras pesquisas científicas.

Já há alguma coisa: a sonda registrou imagens de asteroides e foi fotografando o cometa à medida em que chegava perto dele. Um momento considerado histórico pelo cientista-líder do conjunto de câmeras da sonda, Holger Sierks:
— Ver as imagens em alta resolução, gerou um sentimento fantástico. A equipe toda ficou muito emocionada. A partir de agora, vamos começar a entender como um cometa funciona e quais processos físicos conduzem sua atividade.
Fonte; http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/planeta-ciencia/
Category: 0 comentários

0 comentários:

ENVIE UM EMAIL PARA O BLOG CIÊNCIAS AQUI!!!

Quem sou eu

Minha foto

Sou professor da rede privada de ensino lecionando as disciplinas Física, Química, Matemática e Ciências no COLÉGIO EFETIVO/MARTINS - RN. Graduado em Ciências com habilitação em Matemática - Licenciatura Plena - pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN -, graduado em Física - Licenciatura Plena - pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Professor de Física aplicada a radiologia, física aplicada ao petróleo e gás e Desenho técnico de cursos técnicos ministrados pela CENPE cursos, unidade Patu RN

Postagens populares

Seguidores