Relógio carbônico

Blog monitorado

Monitoramento de terremotos

Image and video hosting by TinyPic

O sol hoje! clique aqui.

Clique e veja a lua

Clique e veja nosso planeta.

Tempo

OBA

TRADUTOR

Arquivo do Blog

Parceria







CHUVA DE GRANIZO EM TABOLEIRO GRANDE/RN

Foto: Irama Sonary

Segundo informações que chegaram ao blog Ciências Aqui!!! hoje 03/11/2013 choveu granizo na cidade de Taboleiro Grande RN e, além disso, tal chuva danificou uma residência. Taboleiro Grande,  fica a 372km de Natal.O leitor do blog talvez se pergunte como são formadas estas pedras de gelo que caem do céu e as vezes causam danos a residências e ou monumentos. Neste post explicaremos a formação dessas "gotas de gelo". Nuvens de granizo precisam de calor e umidade para se formarCom tempo normal, o ar quente - mais leve que o frio - sobe e carrega o vapor de água da atmosfera. A 1 quilômetro do chão, o vapor se resfria e forma as finíssimas gotas que compõem uma nuvem. Nessas condições de clima, a nuvem não cresce muito e provoca, no máximo, uma garoaO oposto ocorre quando o clima está bem quente e úmido, fazendo grandes massas de ar, cheias de vapor, subirem. Ao esfriarem, elas dão origem a enormes nuvens de tempestade em forma de bigorna: as chamadas cúmulos-nimbos, que atingem altitudes de até 15 quilômetros e podem trazer tormentas fortes, incluindo granizo.
Rajadas destruidoras
Quando o vento é intenso, apenas as nuvens de tempestades fortes sobrevivemSozinha, uma nuvem de tempestade não é garantia de granizo. Quando os ventos são fracos e sua velocidade não aumenta com a altitude, os cúmulos-nimbos não se desenvolvem por completo. Pode ocorrer chuva forte, mas raramente há destruiçãoRajadas de vento de velocidade crescente nas altas altitudes desmancham as nuvens menores. Só sobrevivem os cúmulos-nimbos espessos. Formados por poderosas correntes de ar quente e úmido, eles trazem relâmpagos, granizo e até tornados.
Foto: Irama Sonary

Preparar para atirar
Dentro da nuvem, a pedra de granizo vai ganhando peso até cairAs nuvens de tempestades fortes contêm em seu interior correntes de ar que sobem e descem. O ar quente empurra para cima as gotas de água que formam a nuvem. Quando elas atingem a altura de 5 quilômetros (onde a temperatura é inferior a 0ºC), congelam e viram pedras, que tendem a cair. Nesse sobe-e-desce, o granizo se choca com outras gotas e cristais de gelo e vai aumentando de tamanho. Quando seu peso é suficiente para vencer o ar quente que a sopra para cima, a pedra desaba.
Radiografia da pedra geladaGranizo não é gelo puro. Enquanto ganha tamanho, a pedra atravessa várias vezes a barreira de 0ºC. Por mudar de estado, é formada por camadas intercaladas de água líquida e cristais de gelo

Fonte: 
MUNDO ESTRANHO
http://www.sosnoticiasdorn.com

Category: 0 comentários

0 comentários:

ENVIE UM EMAIL PARA O BLOG CIÊNCIAS AQUI!!!

Quem sou eu

Minha foto

Sou professor da rede privada de ensino lecionando as disciplinas Física, Química, Matemática e Ciências no COLÉGIO EFETIVO/MARTINS - RN. Graduado em Ciências com habilitação em Matemática - Licenciatura Plena - pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN -, graduado em Física - Licenciatura Plena - pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Professor de Física aplicada a radiologia, física aplicada ao petróleo e gás e Desenho técnico de cursos técnicos ministrados pela CENPE cursos, unidade Patu RN

Postagens populares

Seguidores