Relógio carbônico

Blog monitorado

Monitoramento de terremotos

Image and video hosting by TinyPic

O sol hoje! clique aqui.

sun

Clique e veja a lua

moon

Clique e veja nosso planeta.

eart

Tempo

OBA

TRADUTOR

Arquivo do Blog

Parceria

QUÍMICA PERIÓDICA

EDUCADORES MULTIPLICADORES

O que são relâmpagos de bola, globulares ou Bola de fogo?

Uma manifestação rara de relâmpagos, uma esfera luminosa que é muitas vezes confundidas com OVNI’s, devido à raridade do fenômeno onde quase nada se sabe sobre o desenvolvimento desse fenômeno, no qual o relâmpago forma uma bola brilhante, que geralmente ocorre antes, depois ou durante uma tempestade. Não está incluída na classificação tradicional.

Com tamanho aproximado de uma bola de basquete, o relâmpago de bola (também conhecido como relâmpagos globulares) pode se mover lentamente, rápida ou ficar paradas, durarando em média de 4 segundos devido a sua instabilidade. Porém já foram detectados com tempo de vida de um minuto.

O relâmpagos de bola, geralmente de forma esférica, produz som como um assobio que varia de intensidade. Possui várias cores, em geral vermelha, laranja e amarela, mantendo luminosidade relativamente constante durante seu tempo de vida, desaparecendo lentamente ou até mesmo explodir.

Relatos sobre esse fenômeno natural levam a crer que os raios bola podem atravessar as paredes e janelas e até mesmo a fuselagem dos aviões. Mais ainda não são bem conhecidas e permanecem como mistério. Na verdade o fenômeno pode ser comum, porém é raramente visto. Até o momento as teorias apresentadas são insuficientes para esclarecer tais eventos.

Alguns cientistas se referem ao fenômeno como sendo plasma, mas essa teoria foi descartada. Surgiram várias teorias para explicar a sua origem. Alguns dados apontam que o relâmpagos de bola são produzidos pela interferência de microondas no ar.

Teorias sobre relâmpagos globulares:

Vários físicos especulam que o fenômeno deva ser causado por descargas elétricas. O físico russo Pyotr Kapitsa acredita que o relâmpago globular seja uma descarga sem eletrodos, causada por uma onda estacionária de UHF de origem desconhecida, presente entre a Terra e uma nuvem.

Segundo outra teoria, “o relâmpago globular exterior é causado por um maser – análogo a um laser mas que opera num nível de energia muito mais baixo – atmosférico, com um volume da ordem de vários quilômetros cúbicos.”

Dos cientistas neozelandeses, John Abrahamson e James Dinniss, acreditam que o relâmpago globular consista em “bolas felpudas de silício incandescente, criadas por relâmpagos comuns que atingem a Terra.”

Segundo a teoria deles, quando raios atingem o solo os minerais se quebram em minúsculas partículas de silício e seus componentes com oxigênio e carbono. As pequenas partículas carregadas se ligam formando cadeias, que por sua vez formam redes filamentares. Estas se agrupam numa leve bola felpuda, que é sustentada por correntes de ar. Daí ela flutua como um relâmpago globular, ou como uma esfera incandescente de silício felpudo emitindo a energia absorvida do raio sob a forma de calor e luz, até que o próprio fenômeno se consuma.

Provavelmente outros vários processos diferentes podem produzir esferas luminescentes na atmosfera.

Veja um video bem interessante:



Fonte: http://www.criandomsn.com/

0 comentários:

ENVIE UM EMAIL PARA O BLOG CIÊNCIAS AQUI!!!

Quem sou eu

Minha foto

Sou professor da rede privada de ensino lecionando as disciplinas Física, Química, Matemática e Ciências no COLÉGIO EFETIVO/MARTINS - RN. Graduado em Ciências com habilitação em Matemática - Licenciatura Plena - pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN -, graduado em Física - Licenciatura Plena - pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Professor de Física aplicada a radiologia, física aplicada ao petróleo e gás e Desenho técnico de cursos técnicos ministrados pela CENPE cursos, unidade Patu RN

Postagens populares

Seguidores