Relógio carbônico

Blog monitorado

Monitoramento de terremotos

Image and video hosting by TinyPic

O sol hoje! clique aqui.

sun

Clique e veja a lua

moon

Clique e veja nosso planeta.

eart

Tempo

OBA

TRADUTOR

Arquivo do Blog

Parceria

QUÍMICA PERIÓDICA

EDUCADORES MULTIPLICADORES

Aniversário de 40 anos da missão APOLLO 11.

Cientistas da Nasa e da Universidade do Arizona divulgaram na tarde dessa sexta-feira (17 de julho), as primeiras imagens capturadas pela sonda LRO que mostram os estágios de descida de todas as missões Apollo que pousaram na Lua, com exceção da Apollo 12, cuja região será mapeada nos próximos dias.

Além dos estágios, as cenas também mostram as longas sombras produzidas pelo baixo angulo da iluminação solar no momento do imageamento, além de assinaturas típicas deixadas pelos deslocamentos dos astronautas da Apollo 14.

As cenas foram capturadas pela câmera de ângulo estreito LROC de uma altitude de 70 quilômetros acima da superfície e de acordo com os pesquisadores a resolução deverá ser quatro vezes maior quando a sonda estiver na altitude nominal de 50 metros, o que deverá acontecer em agosto.

"A equipe LROC aguardava ansiosamente por essas imagens", disse Mark Robinson, ligado à Universidade do Arizona e principal cientista do instrumento LROC. "Estávamos bastante interessados em ver os estágios de descida dos módulos lunares exatamente para confirmar se as câmeras estavam perfeitamente focadas. As imagens são fantásticas e o foco está excelente", disse Robinson.

Apesar das imagens registrarem os resquícios da exploração lunar, o principal objetivo da sonda LRO (Orbitador de Reconhecimento Lunar) será fornecer dados topográficos e ambientais da Lua, fundamentais para identificar os melhores locais de pouso para as futuras missões.
A atual órbita elíptica da LRO resultou em imagens com resoluções diferentes para cada local escaneado, com poucos centímetros por pixel. Apesar dos decks de descida dos módulos terem aproximadamente 3.5 metros quadrados e resultarem em apenas 9 pixels de resolução, a baixa inclinação do Sol criou sombras que se projetam muitos metros a frente, vistas com até 20 pixels de comprimento.

As condições de luz no local de pouso da Apolo 14 permitiu a visualização de detalhes adicionais, como o Pacote de Experimentos de Superfície Lunar ALSEP e as trilhas deixadas pelos astronautas ao se deslocarem do Módulo Lunar Antares até o local do experimento, a 250 metros de distância.
Category: 0 comentários

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto

Sou professor da rede privada de ensino lecionando as disciplinas Física, Química, Matemática e Ciências no COLÉGIO EFETIVO/MARTINS - RN. Graduado em Ciências com habilitação em Matemática - Licenciatura Plena - pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN -, graduado em Física - Licenciatura Plena - pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. Professor de Física aplicada a radiologia, física aplicada ao petróleo e gás e Desenho técnico de cursos técnicos ministrados pela CENPE cursos, unidade Patu RN

Postagens populares

Seguidores